Categorias
Atualizações

Como as empresas devem planejar o retorno presencial aos escritórios?

Empresas precisam respeitar protocolos para manter a segurança do trabalhador.

O “novo normal” também está presente nos escritórios: empresas querem voltar à rotina de trabalho convencional sem colocar em risco a saúde dos trabalhadores. Materiais de higiene para todos, uso de máscaras e distanciamento social já são medidas obrigatórias. O que mais pode ser feito em um ambiente de trabalho para que se viabilize a volta às atividades presenciais?

Existem diversas medidas que permitem a volta aos escritórios de maneira segura. Conheça algumas que empresas podem adotar para oferecer segurança ao trabalhador.

Modelo híbrido

Nem todos os dias de trabalho precisam ser cumpridos em ambiente corporativo. Para muitas empresas, aliás, o home office deixou de ser uma alternativa temporária e se tornou uma medida definitiva, por sua possibilidade de contratação de pessoas de diversos locais do país (e até do mundo). 

O modelo de trabalho apenas em casa pode ser um pouco prejudicial para o colaborador — problemas com internet, vizinhos e afazeres domésticos podem prejudicar sua produtividade. Em muitos casos, nem todas as tarefas podem ser cumpridas em casa. 

Nesse contexto, o modelo híbrido traz o equilíbrio necessário: o trabalhador pode resolver boa parte do seu trabalho em casa e, ao mesmo tempo, ter os benefícios que o presencial proporcional.

Novo layout

Não é possível pensar em trabalho presencial com a mesma organização de antes da crise sanitária. O ideal é que haja um distanciamento mínimo de 1,20 m entre uma estação e outra — quanto maior, melhor. 

O ideal é que haja poucos funcionários por estação. Isso facilita a ergonomia e a circulação no escritório, já que o espaçamento de mesas pode atrapalhar. O uso de faixas marcando o chão ou divisores autoportantes ajuda equipes a manter os limites.

Escritórios de layout aberto são mais fáceis de adaptar. Com o amplo espaço disponível, é mais fácil manter os funcionários afastados. No entanto, as demarcações são praticamente indispensáveis.

Revezamento

Para empresas com muitos funcionários, o espaçamento de mesas pode não ser a medida mais fácil. No entanto, quando pesquisas mostram que a contaminação pelo ar (por gotículas de tosse e espirro) é muito maior que por superfícies contaminadas, a proximidade entre dois colaboradores, mesmo que com máscaras, é um perigo iminente. Por isso, o revezamento é a medida mais segura. Ele permite tanto o distanciamento quanto a adoção do modelo híbrido de maneira justa. 

Treinamento de funcionários

É até provável que os colaboradores voltem ao escritório com o mesmo comportamento de antes da crise. Quando se percebe que, infelizmente, muitas pessoas ainda negam o perigo da contaminação, a empresa precisa ter ainda mais cuidado.

O ambiente de trabalho precisa estabelecer regras para que os colaboradores não ofereçam riscos entre si. Para isso, todas as informações devem chegar a eles por e-mail, em arquivo. Conversas via Skype ou Zoom para esclarecimentos também elucidam dúvidas e ajudam a pensar em pontos que podem não ter sido estabelecidos no documento.

As reuniões podem ser feitas por departamento no caso de grandes empresas ou com todos de uma vez (PME). O importante é que todos tenham a oportunidade de discutir e esclarecer dúvidas.

Na volta ao trabalho, mostre aos colaboradores as mudanças de layout e as novas novidades implementadas. É importante que eles vejam tudo o que foi discutido sendo posto em prática.

Higienização

Peça aos trabalhadores que também ajudem na manutenção da higiene do escritório. As máscaras devem estar devidamente ligadas ao rosto e, quando de tecido, precisam ter pelo menos duas camadas. Máscaras cirúrgicas não podem ser usadas sem, pelo menos, outra de tecido por cima. Já as N95 ou PFF2 são liberadas, mas devem ser descartadas após o uso.

Outro item indispensável é o álcool 70%, o único recomendado para a higienização de mãos e objetos. Ele deve estar disponível para todos, em grandes quantidades e bem localizados. Os colaboradores devem limpar computadores e demais instrumentos de trabalho no início e no fim do expediente.

Para empresas que trabalham com cadeiras estofadas de tecido, o ideal é cobri-las com filme plástico para facilitar a limpeza. Isso facilita a desinfecção sem que os móveis estraguem. Para o escritório, a limpeza de banheiros, copas e, principalmente, dos aparelhos de ar-condicionado deve ser ainda mais rígida. 

O post Como as empresas devem planejar o retorno presencial aos escritórios? apareceu primeiro em Sorocaba em foco.

Por Sorocaba em foco

O Sorocaba em foco é um portal de noticias de cidade de Sorocaba e região. Acesse: https://sorocabaemfoco.com, e fique sabendo das ultimas noticias de Sorocaba e região.
No site, você encontra noticias sobre saúde, emprego, tecnologia e muito mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s